quarta-feira, 21 de maio de 2014

Dia 15 e os meus presentes !!!!!!!

Dia 15 começou prá mim um novo ano
O 40º ano da minha vida, descontados os 9 meses de gestação

No dia do meu aniversário, por coincidência (será ?), eu finalizei o caderninho em que anoto todos os meus afazeres no trabalho
E eu tinha planejado (acho que sonhado seria a palavra mais apropriada) que não precisaria começar um caderno novo - porque "alguma coisa" aconteceria e eu não continuaria no mesmo lugar

No entanto, lá estava eu, no dia seguinte, fazendo tudo como de costume - mas não tudo igual, porque nenhum dia é como o outro (e porque tenho me vigiado e tentado, com muita dedicação, não deixar a mesmice dominar os meus dias)

Digamos que o meu presente mais desejado ainda não chegou
Que aquelas conversas secretas antes de dormir ainda não saíram do "plano astral" (ou talvez eu ainda não as tenha percebido materializadas)

Mas no meu aniversário eu ganhei inúmeros - e maravilhosos - presentes
Ganhei carinho em forma de SMS, de mensagens no whatsapp, telefonemas e abraços + beijos (não necessariamente nessa ordem)
Ganhei flores, bombons, cremes e sabonetes, brincos, uma massagem diferente que equilibra os chakras, bolo, vinho com queijos, um almoço delicioso, música e alegria
Ganhei vida !!!

Minha família e meus amigos jamais conseguirão dimensionar a importância que têm prá mim
O imenso amor que sinto por eles
Nem a gratidão e a alegria que sinto por tê-los caminhando ao meu lado - e me ajudando, sempre, a iluminar a estrada quando tudo parece escuro demais

Não foi só no meu aniversário que fui presenteada
Seria injusto deixar de falar do encontro com a Cá, do satsang com o Marco Schultz
Das infindáveis caminhadas (mesmo sem saber para onde ir)
Da Marta, 
Do GRUFAF (obrigada, Fer !!!)
Do encantamento com o Dan Stulbach e com a Irene Ravache (MEU DEUS !!! Que atores !!)
Da pipoca, do cinema 
Das conversas sem pressa
Do olhar diferente no espelho

Tudo isso eu ganhei de presente

E, pensando em explicar como essas novas experiências aconteceram
Me lembrei de uma música linda, do filme "A viagem de Chihiro"
Que diz, numa passagem, algo mais ou menos assim: "quando um espelho se quebra, vários pedaços refletem uma vida nova" :o)

Que jamais nos falte a capacidade de olhar
De uma forma diferente - e otimista
Para todos os acontecimentos da vida



E ainda que a realização dos nossos desejos não dependa apenas de nós

E que não consigamos entender uma série de coisas que nos rodeiam
A alegria esteja presente

Bjbjbj
Ju Bormio


quinta-feira, 3 de abril de 2014

AMOR

Ah, o amor !!!

Dispensa apresentações. 
Faz a gente levitar.
Aquece a alma, rejuvenesce, cura, acalma e alimenta.

O amor é o fogo que arde sem se ver
É ferida que dói e não se sente
(quem disse foi Camões !!)

Na insônia da última madrugada encontrei um vídeo muito muito lindo
E não poderia deixar de vir aqui, fazer estes breves (e despretensiosos) comentários sobre o mais importante dos sentimentos...



Amor
Afeição profunda
Zelo, cuidado
Compaixão, misericórdia
Amor de pai, de mãe, de irmão
De amigo
De amante
Amor platônico
Amor à natureza, aos animais, à Vida !!!

Sem amor, nada somos !!

Bjbjbj
Ju Bormio




terça-feira, 1 de abril de 2014

Vamos pensar bem ?

Gostaria de apresentar um BLOG que é demais !!!
Sem enrolar, vou direto ao ponto:






















anacarolinakley.blogspot.com.br



Tudo que nos ajuda a pensar é bem-vindo ;o)
Tenho certeza que meus amigos vão gostar !!
Bjbjbj,
Ju Bormio

sexta-feira, 28 de março de 2014

O Profeta

Quando eu morava num pensionato aqui em São Paulo (carinhosamente apelidado de "prisionato"), pude conhecer - graças a uma grande amiga - a obra O Profeta, de Khalil Gibran.

No dia seguinte da inesquecível apresentação, estava eu na banquinha da esquina comprando o meu próprio livro (que guardo até hoje e que agora está aqui nas minhas mãos).
Também gosto de presentear pessoas queridas com ele :o)
(acabo de pensar em alguém que vai ganhar um !!! rs)

Khalil Gibran é conhecido como o profeta poeta. Suas palavras são doces e intensas. Eu adoro !!

Confesso que precisei ler várias vezes cada uma das passagens citadas para compreender o que querem dizer. E elas ainda me causam surpresa !! E fazem pensar...

Hoje citarei o trecho da Alegria e da Tristeza:

"Vossa alegria é a tristeza desmascarada.
E o mesmo poço de onde surge vosso riso esteve muitas vezes cheio das vossas lágrimas.
E como pode ser diferente ?
Quanto mais profundamente a tristeza escava o vosso ser, mais alegria ele pode conter.
Não é o cálice que leva o vosso vinho o mesmo cálice que foi queimado 
no forno do oleiro ?
Não é a lira que conforta o vosso espírito a mesma madeira que foi esculpida com facas ?
Quando estiverdes felizes, olhai no fundo dos vossos corações e vereis que, na verdade, estais chorando pelo que foi vosso prazer.
Alguns dizem: 'A alegria é maior que a tristeza', e outros dizem: 'Não, a tristeza é maior'.
Mas vos eu digo, elas são inseparáveis.
Elas vêm juntas, e quando uma está sozinha convosco na mesa, a outra está dormindo na vossa cama.
Observai que estais suspensos, como uma balança, entre vossa tristeza e vossa alegria.
Apenas quando estais vazios é que estais parados e equilibrados.
Quando o guardião do tesouro vos levanta para pesar o seu ouro e a sua prata, as necessidades fazem vossa alegria ou vossa tristeza se elevar ou baixar".

Obrigada, Adri, por este presente !!
Que o "Guardião do tesouro" possa sempre nos fortalecer 
com as tristezas
e nos presentear com as alegrias !!

Bom final de semana !!
Bjbjbj
Ju Bormio

domingo, 23 de março de 2014

Outra vez outono

Eu nasci na estação do ano que mais adoro ;o)
Viva o outono !!!!
E viva o Mário Quintana 


Hai-kai de outono

Uma borboleta amarela ?
Ou uma folha seca
Que se desprendeu e não quis pousar ?

                                                                             Mário Quintana

terça-feira, 18 de março de 2014

Vai passar

Não foi criação minha
Só vim compartilhar
Porque achei demais !!!

"Tá vendo a felicidade ali na frente?
Não, você não tá vendo, porque tem uma montanha de dor na frente.
Continue andando. Você vai subir, vai sentir frio lá em cima, cansaço. 
Vai querer desistir, mas não vai desistir, porque você é forte 
e porque depois do topo a montanha começa a diminuir 
e o único jeito de deixá-la pra trás é continuar andando. 
Você vai ser feliz.
Tá vendo essa dor que agora samba no seu peito
de salto agulha?
Você ainda vai olhá-la no fundo dos olhos
e rir da cara dela.
Juro que tô falando a verdade.
Eu não minto. 
Vai passar".

Caio Fernando Abreu

Não falei que era demais ?? ;o)
Bjbjbj
Ju Bormio


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Saudade e picolé de limão

Num primeiro momento, falar de saudade me pareceu a coisa mais fácil do mundo
Afinal, todo mundo sente saudade
Saudade de quem já se foi
De uma época feliz
De uma frase dita por alguém especial
Saudade de uma viagem, de um amigo que mora longe, de um grande amor
Até de uma comida ou uma música que não ouve há muito tempo
(mas não é fácil, não
faz um tempão que estou sentada aqui, só sentindo...)

Eu sinto saudade do dia em que meu pai chegou em casa, de moto, vestindo um casaco de couro (ele estava LINDO !!) e, sorrindo aquele sorriso maroto que até hoje ele tem, retirou dois gatinhos (de verdade !!) da jaqueta - alegria imediata !!! 
De observar minha mãe se maquiando (e de esperar que ela passasse aquele batom cheiroso em mim) 
De brincar na rua 
Sinto saudade da turma da ETL (meus amigos mais que queridos !!)
De Ribeirão Preto (1994, um dos melhores anos da minha vida !)
De ouvir música no quintal de casa, depois que as festinhas terminavam, sozinha, deitada no chão, olhando o céu (no interior o céu é tão lindo !!)
Sinto saudade do meu irmão pequenininho (lindo lindo lindo)
da minha irmã (que é também minha amiga)
De ler a tarde toda sem nenhuma preocupação 
E das aulas maravilhosas que já assisti !!! (até as de matemática rs)
Das minhas amigas (maravilhosas) do pensionato (até da Madre Piedade eu sinto saudade !!)
Do cheiro do armário de madeira da casa da vó Doninha
De tomar banho de banheira (matando aula de inglês) na casa da vó Zilda - ela me avisava quando estava na hora da aula terminar rs
Ah, que saudade dos meus cachorrinhos !!! E de ler gibi na praça com o meu gatinho Fela

Tem muita saudade em mim
Saudade de fazer ballet, de tomar chuva. De dançar. De parar para cheirar as rosas
Que saudade do meu amigo Sprite !!
Que saudade ENORME do Rô !! (hoje comprei um picolé de limão pensando em você !! Estou sempre pensando em você)

É bom ter saudade, pois ela indica que a vida foi boa, que fomos felizes
Mas ela também dói

E essa semana estou sentindo a dor da saudade. De muitas formas

No domingo, um amigo querido partiu
Eu acreditei até o último instante que ele se recuperaria, mas ele partiu. Depois de um longo tratamento, ele partiu. Mas ele lutou muito, e todos nós lutamos com ele
E eu queria fazer esta homenagem
(será que ele vai ler lá do céu ??)

É, falar de saudade não é fácil...
Na medida em que escrevo, ela aumenta
Aperta o peito
Faz tremer as mãos
Até a fome vai embora

Então termino, com mais saudade ainda do que no instante em que comecei
Pedindo a Deus, aos anjos, aos céus
Que confortem os corações saudosos
Que confortem todos os corações...

Até um dia, Rafinha ! Eu adoro você !!! Descanse em paz !! 

Bjbjbj
Ju Bormio