sábado, 29 de janeiro de 2011

Crianças...

Não sou mãe, mas tenho dois sobrinhos (lindos, podem acreditar!!) - e eles são muito importantes na minha vida.

Ainda me lembro bem do dia em que minha irmã me contou que estava grávida. Parece que foi ontem !! Que baita emoção eu senti !!
Hoje minha sobrinha já está com quase nove anos, meu sobrinho com cinco, mas, passe o tempo que passar, sei que eles serão sempre crianças para mim.

Com eles nasceu um sentimento totalmente diferente de tudo o que eu já havia experimentado. Creio que é o que se chama de amor incondicional...

Basta uma conversa animada pelo telefone para me deixar mais feliz.

Observar por alguns instantes uma foto deles ou saber de uma nova "arte" que aprontaram faz desaparecerem rapidamente as chatices do dia... 

As crianças tem um certo poder (uma certa magia) - sua inocência, espontaneidade, doçura e sinceridade sempre nos tocam e sensibilizam - e também fazem pensar...como podemos mudar tanto com o passar dos anos?

[Enquanto escrevo, uma grande amiga está trazendo ao mundo sua filhinha...
Uma outra amiga muito querida soube há pouco que espera uma menininha...] 

Cada uma dessas crianças, as que já estão entre nós e as que ainda estão a caminho, trazem consigo a esperança...
 
 
"Manter sempre viva em nós a criança que fomos um dia" ... 
 
... será que nos esforçamos realmente para isso?
  
 Bjbjbj
Ju Bormio

Um comentário: