segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Grupo Corpo

Rapidinha:

Fui, no sábado, ver o GRUPO CORPO.

Lou.cu.ra !!!

Não tentem fazer aquilo tudo em casa (risos), mas não deixem de assistir. Vale MUUITO a pena !!!

Segue o link para dar uma espiada no vídeo:

http://www.teatroalfa.com.br/?q=content/grupo-corpo


O site oficial do grupo é http://www.grupocorpo.com.br/site/


Nessas horas dá muito orgulho de ser brasileira :O)
Nossa gente tem talento !!!


Bjbjbj, boa semana !
Ju

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Yoga

Uma das coisas mais legais que já fiz na vida, falando de atividades físicas, foi yoga.
Meu primeiro contato com a prática foi ainda criança, lááá no interior - meu pai tinha um LP (sim, sou da época do Long Play - rsrs) de Laya Yoga. Eu gostava de ouvir e até me arriscava a fazer alguns movimentos (o relaxamento era excelente !!).

Minha professora de ballet também teve certa participação - levou prá sala de aula um praticante que nos fez morrer de rir quando respirava (foi a primeira vez que eu vi a respiração chamada, salvo engano, "bástrica").

Muitos anos passaram e, já aqui em São Paulo, no pensionato onde morei por 5 anos (i-nes-que-cí-veis, vale a pena comentar !!!), conheci minha primeira (e também inesquecível) professora. Me apaixonei (pela yoga) e pratiquei por quase um ano. Foi, segundo minha mãe, a minha melhor fase de estudos, de concentração - e também de interiorização e paz.

Atualmente não estou praticando, mas já faço planos para voltar.
Nem que seja aqui em casa mesmo, já que tenho espaço, pois estou morrendo de saudade !!
Quero que seja algo para a vida toda !

Dentre as muitas coisas que aprendi, a invertida sobre a cabeça foi minha maior conquista: olhar o mundo "de outro ângulo" foi uma experiência muito bacana. E até consegui fazer sozinha em casa !!!
Minha professora sempre dizia que é interessante ver as coisas por outro ângulo....concordo ! É preciso exercitar este olhar ...

Outra coisa muito bacana que aprendi foi o significado da saudação NAMASTÊ. Sobre esta palavra, copio o texto de um e-mail que recebi. É extenso, mas completo - e muito bonito.
Espero que gostem :O)

Um ótimo final de semana !!
Bjbjbj


"A palavra NAMASTÊ é o cumprimento em sânscrito que literalmente significa 'Curvo-me perante a ti'. É a forma mais digna de cumprimento de um ser humano para outro. Expressa um grande sentimento de respeito. Invoca a percepção de que todos nós compartilhamos da mesma essência, da mesma energia, do mesmo universo.
NAMASTÊ possui uma força pacificadora muito intensa. Em síntese é 'Saúdo a você, de coração' ! E deve ser retribuído com o mesmo cumprimento.
'O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em ti'.
'O Deus que há em mim saúda o Deus que há em ti'.
'O Espírito em mim reconhece o Espírito em ti'.
'A minha essência saúda a tua essência'.
As pessoas que trocam indiferença, desconfiança ou ódio são pessoas que esqueceram que Deus habita cada ser.
Conhecido pelos budistas como Anjali Mudra, consiste no simples ato de pressionar as palmas das mãos ante o coração e os dedos apontando para cima, no centro do peito. Inclina-se levemente a cabeça sem ser acompanhado de palavras. Frequentemente fecham-se os olhos para, então, curvar-se a colune, em sinal de respeito à divindade que preenche todos os espaços do universo. A couluna retorna à posição ereta mais lentamente do que quando abaixou, também simbolizando respeito à outra pessoa.
Os cinco dedos da mão esquerda representam os cinco sentidos do coração, enquanto os cinco dedos da mão direita representam os cinco órgãos da razão. Significa, então, que mente e coração devem estar em harmonia para que nosso pensare agir estejam de acordo com a Verdade. Também é um reconhecimento da dualidade que existe no mundo, simbolizando a união das polaridades: esquerda e direita, bem e mal, e sugere um esforço de nossa parte para manter essas duas forças unidas em equilíbrio.

Dez dedos unidos no NAMASTÊ.
O número dez é símbolo da perfeição, da unidade, do equilíbrio perfeito. Os dez mandamentos, as dez emanações da Árvore da Vida, os dez vértices da estrela de Pitágoras, a parábola dos dez talentos (Mt, 25). Toda criatura é um reflexo dos dez atributos divinos: Apego, Bondade, Conhecimento, Entendimento, Esplendor, Harmonia, Perseverança, Realeza, Sabedoria, Severidade.

NAMASTÊ traz o Sagrado para dentro de cada ser humano, afirmando que Deus não está no céu, num templo ou mesmo na natureza. deus está em cada um de nós e qualquer dissociação da imagem do divino da nossa é inútil.

Ao fazer o NAMASTÊ afirmamos que todos somos filhos e partes do Sagrado, indissociáveis e iguais.

A você, NAMASTÊ".





Para saber mais sobre yoga:
http://yogajournal.terra.com.br
http://www.qpostura.com.br