domingo, 12 de fevereiro de 2012

VIVO !!!!!!!!

Semana passada, no sábado, estava com uma dúvida cruel: ir ou não assistir aula de Redação com o professor Eduardo Sabbag. A aula me "tomaria" a tarde toda, estava cansada e com preguiça e pensava "É sábado, não quero estudar hoje ! Mereço descanso !!"

Resisti à inércia, ignorei minha cama, tomei coragem e fui.

Não me arrependi !!!

O professor é uma daquelas pessoas que nos faz querer ser melhores (em TUDO !!). 
Culto, divertido, grande conhecedor da língua portuguesa, atencioso, educado - ganhei uma tarde muitíssimo agradável !!

De lambuja ainda tive a oportunidade de conhecer melhor um cantor e compositor que achava um pouco chatinho (porque nunca tinha parado para ouvir com o coração !!) - LENINE.

Por uma dessas coincidências que jamais saberemos explicar, a música veio a se encaixar direitinho ao susto que tive com um grande amigo que se acidentou na terça-feira - mas que está bem agora (FELIZMENTE !!!).

Me despeço feliz porque venci a preguiça, porque a música é linda e, principalmente, porque meu amigo está VIVO !!!


Nunca, jamais duvidem de que "O que mais vale a pena é estar vivo!"

Bjbjbj e ótima semana
Ju


www.professorsabbag.com.br

VIVO - Lenine
"Precário, provisório, perecível; Falível, transitório, transitivo; Efêmero, fugaz e passageiro Eis aqui um vivo, eis aqui um vivo! Impuro, imperfeito, impermanente; Incerto, incompleto, inconstante; Instável, variável, defectivo Eis aqui um vivo, eis aqui… E apesar… Do tráfico, do tráfego equívoco; Do tóxico, do trânsito nocivo; Da droga, do indigesto digestivo; Do câncer vir do cerne do ser vivo; Da mente o mal doente coletivo; Do sangue o mal do soro positivo; E apesar dessas e outras… O vivo afirma firme afirmativo O que mais vale a pena é estar vivo! É estar vivo Vivo É estar vivo Não feito, não perfeito, não completo; Não satisfeito nunca, não contente; Não acabado, não definitivo Eis aqui um vivo, eis-me aqui."